Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Série: Sem Deprê, com Amor - Texto 05: curadores feridos

Na mitologia grega existe a história de Quiron, um centauro (criatura com corpo de cavalo e ombros e cabeça de homem) que era superior aos demais centauros. Enquanto os seus irmãos eram beberrões, indisciplinados e propensos à violência, Quiron era inteligente, civilizado e bondoso, e célebre por seu conhecimento e habilidade com a medicina. Ele fora acidentalmente ferido com uma flecha envenenada lançada por Hércules.

Photo by Syarafina Yusof on Unsplash
Por ser imortal, ele não faleceu por causa deste ferimento, todavia, essa ferida era incurável, e se tornou um sofrimento crônico. Tal situação de desconforto fez com que Quiron, a partir da sua própria dor pessoal, pudesse entender a dimensão do sofrimento daqueles que curava. Isso o transformou em um exímio curador e o fez ser considerado o "Pai das Terapias Curativas" sendo chamado de "Curador Ferido". 
Carl Jung se apropriou dessa imagem para dizer que um terapeuta pode ajudar na cura de pessoas, por ele mesmo…

Últimas postagens

Série: Sem Deprê, com Amor - Texto 04: o mergulho

Série: Sem Deprê, com Amor - Texto 03: seja gentil

Série: Sem Deprê, com Amor - Texto 02: não se cale

Séria sem Deprê, com Amor - Texto 01: emergir

Vem, outra vez.

resiliência, o nome.

é sobre o caminho

E quando tudo mudar?

Antes de escrever, vem.

Talvez esteja falando sobre a vida